Skip to content

Clássico da semana: Porsche 959

10/01/2012

O Porsche 959 foi projetado para participar de competições do Grupo B da FIA e como manda o regulamento, teria um mínimo de 200 unidades homologadas para as ruas. O primeiro protótipo apareceu em 1983, no Salão de Frankfurt. Ele mantinha as linhas básicas do 911, mas  com aerodinâmica e mecânica totalmente diferentes. Antes do seu lançamento oficial, em 1986, a Porsche desistiu das competições do Grupo B e desenvolveu o carro somente para as ruas, com a finalidade de ser um automóvel muito moderno, rápido e confortável.

 

Porsche Gruppe B de 1983

Porsche Gruppe B de 1983

 

O investimento foi altíssimo e certamente o objetivo do projeto não foi obter lucros, mas ser uma vitrine tecnológica. Seu motor era um 6 cilindros, 2,85 litros biturbo que gerava 444 cv. O desempenho era incrível. Gastava apenas 3,7 segundos para ir de 0-100 km/h (continuava abaixo de 4 segundos em piso molhado) e atingia máxima de 317 km/h, o que fazia dele o carro de rua mais rápido do mundo na época. Este incrível motor era uma obra de arte. Os cilindros eram refrigerados a ar, mas o cabeçote era refrigerado à água. Tinha 4 válvulas por cilindro e turbos sequenciais, que atuavam em momentos distintos, possibilitando uma entrega de potência interminável e muito mais suave do que os carros turbo da época.

 

Porsche 959

Porsche 959

 

Porsche 959

Porsche 959

 

A alta tecnologia também foi usada na carroceria, feita com alumínio e kevlar. Esses materiais permitiram ao Porsche 959 um peso final de 1450 kg, mesmo com todos os equipamentos de luxo e segurança. Transmitir toda a potência do carro para as rodas não era tarefa fácil e para isso foi criado um sistema de transmissão muito complexo e moderno. A caixa de marchas possuía 6 velocidades, sendo que a primeira funcionava como uma reduzida. O 959 não era o carro ideal para fazer off-road, mas certamente seria capaz, pois além do câmbio, era equipado com o mais moderno sistema de tração nas quatro rodas já criado. Tão complexo e caro que nunca mais foi usado em nenhum outro carro.

Chamado de PSK, contava com 6 embreagens, controladas eletronicamente a partir dos sensores dos freios ABS. O motorista podia selecionar 4 programas para a condução: sol, chuva, neve e tração. A força transmitida para as rodas dianteiras ficava entre 20 e 50% e nas rodas traseiras variava de 50 a 80%. O PSK foi o único sistema do mundo a variar a distribuição de força em utilização normal, ao invés de atuar apenas quando alguma roda perde aderência, ou seja, ele “interpretava” as mudanças da distribuição de peso do carro de acordo com a condução do motorista.

 

Porsche 959 usado no rally Dakar

Porsche 959 usado no rally Dakar

 

Porsche 961 (derivado do 959) para competições

Porsche 961 (derivado do 959) para competições

 

Até os pneus e rodas foram desenvolvidos especialmente para o 959. Rodas de 17 polegadas (uma medida incomum para a época) com aros ocos e pneus dunlop/bridgestone que poderiam rodar vazios e que tinham um moderno sistema de monitoramento da pressão. A suspensão tinha regulagens de altura feitas pelo motorista e contava com um amortecedor só para isso. O outro amortecedor era responsável pela firmeza da suspensão e também era regulável, podendo ser mais macio ou rígido.

Depois de tanta tecnologia aplicada em um carro que era mais caro de produzir do que de vender fica uma pergunta: por que investir tanto em uma vitrine tecnológica? A resposta veio com as versões do 911 lançadas depois. Graças ao aprendizado obtido com o desenvolvimento complexo do 959, o 911 continuou existindo e melhorando sempre, adotando “novas” tecnologias e se mantendo como uma referência no segmento de carros esportivos.

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: