Skip to content

Personagem da semana: Steve McQueen

02/02/2012
Steve McQueen

Steve McQueen

 

O que um ator americano estaria fazendo nesse blog sobre carros?

Conhecido em Hollywood como “the king of cool”, tornou-se, em 1974, o astro de cinema mais bem pago de todos. Nasceu numa fazenda, conviveu com pessoas problemáticas até os 15 anos, quando abandonou sua família para trabalhar. Teve muitas funções, tais como carregador, marinheiro e empregado de posto de gasolina. Sua sorte começou a mudar quando passou a receber um pequeno salário para participar de uma peça de teatro. A partir daí, sua carreira só cresceu e Steve se tornou o ator famoso que conhecemos. No início da vida no teatro, o dinheiro que conseguia vinha de corridas de moto que disputava nos fins de semana.

Voltando à pergunta inicial, McQueen apaixonou-se pela velocidade aos 4 anos de idade, quando ganhou um triciclo vermelho. Atuar no cinema era sua profissão, mas o que ele gostava mesmo era de pilotar!

 

Steve McQueen

Steve McQueen

 

Sua paixão pela velocidade era tanta que chegava ao ponto de pedir para seu mecânico ler os roteiros de filmes que recebia e mostrar apenas os mais interessantes. Steve não gostava apenas de “aparecer”. Em 1970, McQueen ganhou as 12h de Sebring na sua categoria (carros até 3 litros), a bordo de um Porsche 908 e ficou a apenas 23 segundos do primeiro colocado geral que era uma Ferrari 512S de 5 litros.

Um de seus filmes mais famosos foi Bullit. Em uma das perseguições mais incríveis já filmadas, Steve McQueen pilota um Ford Mustang em alta velocidade contra um Dodge Charger. A grande maioria das cenas que realizava no cinema eram reais, sem dublês. Outro filme clássico foi 24h de Le Mans, no qual ele pilotou um Porsche 917 neste que é considerado um dos mais fiéis registros automobilísticos já feitos para o cinema. Em entrevista sobre este filme, McQueen afirmou que o Porsche era capaz de alcançar 385 km/h, mas nas filmagens ele chegou a “apenas” 360 km/h.

 

Steve McQueen em 24 h de La Mans

Steve McQueen em 24 h de La Mans

 

Steve McQueen morreu ainda no auge da carreira, aos 50 anos de idade. Nessa época possuía uma grande coleção de motos e carros, dentre eles clássicos como Triumph, Jaguar, Mini Cooper, Ferrari e Porsche. Seu interesse por carros ia além da pilotagem, pois criou e patenteou um novo banco “concha” e um sistema para largadas de corridas de arrancada, conhecido como transbrake. Alguns de seus filmes são inesquecíveis, assim como as cenas da pilotagem e perseguição que ficaram registradas para sempre.

 

 

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: