Skip to content

Personagem da semana: Valentino Rossi

19/04/2012

Motivado pelo post de ontem, achei interessante aproveitar o embalo pra contar a história deste incrível piloto.

Filho do também piloto de motos Graziano Rossi, Valentino começou a correr de kart ainda muito novo. Foi uma tentativa frustrada de sua mãe para que disputasse um esporte mais seguro que o pai. Em 1990 venceu o campeonato regional de kart e no ano seguinte começou a pilotar minimotos, conseguindo inúmeras vitórias. Valentino disputou as dua categorias paralelamente, mas os altos custos motivaram a decisão de ficar apenas nas minimotos.

 

Valentino Rossi

Valentino Rossi

 

Em 1993 Rossi passou por um aprendizado, disputando um campeonato italiano. Após um início desastroso, quando se acidentou na primeira saída com a moto, poucos metros depois do pitlane, foi melhorando seu desempenho, conseguindo uma pole e um pódio na última corrida do ano. No ano seguinte foi campeão da categoria e também começou a participar do programa de desenvolvimento da Aprillia 125 cc do campeonato mundial. Depois de competir em campeonatos italianos e europeus, estreou no mundial em 1996. Nesse mesmo ano conquistou sua primeira vitória na categoria, mas no ano seguinte dominou completamente o campeonato, vencendo 11 das 15 provas disputadas.

Em 1998, Rossi foi para as 250 cc, terminando o campeonato em segundo lugar, apenas 3 pontos atrás de Loris Capirossi. No ano seguinte tornou-se campeão da categoria e seguiu o caminho natural para as 500 cc de dois tempos (hoje 1000 cc de quatro tempos). No ano de sua estreia, pilotando pela Honda, venceu duas corridas e foi vice-campeão. A partir de seu segundo ano, Valentino Rossi começa um domínio incrível, conquistando os títulos de 2001, 2002, 2003, 2004, 2005, 2008 e 2009.

Seu talento é inegável, já que ganhou títulos em diferentes categorias, com motos de dois e quatro tempos e em equipes diferentes. Alguns o consideram o maior piloto de motos de todos os tempos, com 79 vitórias na carreira, é o recordista da Moto GP. Sua capacidade de controlar a moto no limite é incrível. Fazer ultrapassagens impossíveis e no finzinho da corrida se tornaram suas especialidades.

 

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: