Skip to content

Personagem da semana: Sid Watkins

13/09/2012
Professor Sid Watkins

Professor Sid Watkins

 

O post de hoje é uma homenagem a uma personalidade, como acontece todas as quintas-feiras, mas escrito com um pouco de tristeza. Na noite de ontem (12 de Setembro), o Professor Sid Watkins faleceu aos 84 anos, deixando uma incrível história de amor e dedicação ao automobilismo e aos esportistas que arriscaram suas vidas atrás de um volante.

Sid entrou na Fórmula 1 em 1978, contratado por Bernie Ecclestone, para integrar a equipe médica da categoria. Nessa época, as mortes de pilotos eram comuns. Basta ver que nos cinco anos anteriores à sua chegada morreram seis corredores. Nesse mesmo ano, pouco tempo depois de sua contratação, Ronnie Peterson morreu em Monza por culpa do péssimo atendimento médico prestado pela equipe local.

Desde então, o Professor se dedicou exaustivamente a melhorar a segurança e as condições de atendimento nas pistas. Até se aposentar, em 2004, ele foi um dos maiores responsáveis por tornar a Fórmula 1 segura como é hoje, sem registro de morte de piloto há muito tempo (e que continue assim!). Sid era um apreciador de Whisky e de uma vida bem vivida.

Ele ganhou respeito e amizade de muitos pilotos, tanto pela pessoa maravilhosa que era como por ter salvo a vida de muitos, como Rubens Barrichello, Martin Donnely, Gerhard Berger, Mika Hakkinen e Frank Williams. Entre 1978 e 1994, Sid ainda precisou conviver com a morte de alguns pilotos, inclusive a de Ayrton Senna, o último a morrer na Fórmula 1, e grande amigo do médico.

Foi Watkins que aconselhou o piloto brasileiro a parar de correr, depois de ver o quão ele estava abalado depois do grave acidente de Barrichello e do fatal de Roland Ratzenberger. Durante a conversa que tiveram na véspera da corrida, o doutor falou para Ayrton: “O que mais você precisa fazer? Você foi campeão do mundo três vezes, você é o melhor piloto que existe. Largue tudo e vamos pescar!”. Senna respondeu, colocando o profissionalismo acima de tudo:” Sid, existem coisas que não podemos controlar, eu não posso parar, eu preciso continuar.”

 

Ayrton Senna e Sid Watkins conversam às vésperas do GP de Imola de 1994.

Ayrton Senna e Sid Watkins conversam às vésperas do GP de Imola de 1994.

 

Pilotos deixaram uma nota pública em homenagem ao grande Sid, que diz: “Um cara legal para estar junto, sempre feliz. Obrigado por tudo o que fez por nós, pilotos.”

Mesmo sem ser piloto, engenheiro, projetista ou chefe de equipe, o Professor sempre foi muito respeitado, pois fez muito pela vida de muitas pessoas. Certamente, Sid Watkins pode descansar em paz, levando consigo a certeza de uma missão cumprida com louvor. Agora ele pode se juntar aos grandes do automobilismo que se foram e continuar as conversas interrompidas de forma repentina nas pistas. Obrigado Professor Sid Watkins! Seu envolvimento com o automobilismo foi só uma desculpa para que você mostrasse seu amor pela vida e pelas pessoas.

 

 

Anúncios
One Comment leave one →
  1. 26/11/2013 15:47

    e finalmente, Professor Sid e Ayrton Senna foram pescar em algum lugar…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: