Skip to content

Personagem da semana: James Hunt

27/09/2012
James Hunt

James Hunt

 

James Hunt era um inglês excêntrico, capaz de viver a vida mais intensamente fora das pistas do que dentro. Se jovem já era hiperativo e rebelde, quando adulto conseguiu ser ainda mais explosivo, incapaz de controlar ou esconder suas emoções. O seu maior defeito era também sua maior qualidade, pois seu temperamento intempestivo o transformou em um competidor duríssimo, que não aceitava apenas participar.

Vindo de uma família afortunada, Hunt praticava tênis, golf e outros esportes. Desde cedo já tinha um ar de invencibilidade, que adquiriu em decorrência do sucesso que fazia com as mulheres. Assistiu sua primeira corrida de automóveis apenas aos 18 anos, momento em que decidiu que queria ser piloto. Seus pais não gostaram muito da ideia. Com isso, James buscou essa carreira com seu próprio esforço.

Depois de disputar algumas corridas de Mini, foi para a Fórmula Ford e usava o pouco dinheiro que tinha para consertar toscamente seus carros. Um bom exemplo disso foi um acidente que o jogou num lago, mas como seu carro não tinha cintos de segurança ele pode sair ileso antes que afundasse. Depois de subir para a Fórmula 3 em 1972, as preocupações aumentaram, já que as velocidades mais altas poderiam ocasionar acidentes mais graves. Ele era muito rápido, mas sua fama de “piloto problema” não parecia favorecer sua carreira.

Quando parecia ter esgotado todas as possibilidades, James Hunt recebeu o convite de Lord Hesketh para correr em sua equipe de Fórmula 2, mas acabou entrando na Fórmula 1 com um chassi March 731, pois os custos na época eram parecidos. Em seu ano de estreia, conseguiu dois pódios e mostrou potencial. O ano seguinte foi muito bom, com o primeiro carro realmente projetado pela equipe e mais três pódios conquistados pelo piloto inglês. Em 1975, Hunt ficou em quarto no campeonato e conquistou sua primeira vitória no GP de Zandvoort, após segurar Niki Lauda.

 

Niki Lauda e James Hunt

Niki Lauda e James Hunt

 

O ano seguinte quase acabou em tragédia para James, pois a Hesketh decidiu abandonar a Fórmula 1 por falta de dinheiro. Mas a sorte falou mais alto para o inglês, pois com a saída de Emerson Fittipaldi da McLaren, abriu-se a vaga perfeita. A parceria com a equipe inglesa foi ótima. Apesar de muitas controvérsias e algumas desclassificações por irregularidades no carro, Hunt estava firme na briga pelo título. Após o grave acidente de Lauda em Nurburgring, as possibilidades melhoraram para o inglês. No entanto, em poucas semanas Niki Lauda estava de volta ao cockpit. A decisão ficou para o GP do Japão, debaixo de chuva. O austríaco abandonou a prova e James precisava de um terceiro lugar. Com um pneu furado, voltou dos boxes em quinto e lutou para ultrapassar Alan Jones e Clay Regazzoni e chegar no terceiro posto. Era tudo o que precisava para conquistar o campeonato de 1976 por apenas 1 ponto.

 

James Hunt na McLaren

James Hunt na McLaren

 

Em 1977, James Hunt conquistou mais três vitórias e em 1978, nenhuma. Mudou para a equipe novata Wolf, mas sua motivação já não era a mesma. Após o GP de Mônaco, decidiu se aposentar. Depois disso, ficou 13 anos como comentarista ao lado de Murray Walker. Com dois casamentos que terminaram mal, em 1993, Hunt resolveu propor casamento para sua namorada, mas sofreu um ataque cardíaco fulminante poucas horas depois e morreu aos 45 anos. Seu companheiro comentarista disse: “James viveu mais em 45 anos do que outras pessoas viveriam em 90.”

James Hunt era um piloto fantástico e uma personalidade única. Durante o fim de semana do GP do Japão em 1976, ele urinou de frente para as arquibancadas, recebendo aplausos quando terminou. Em uma seção de testes em 1977, depois de sair e beber na noite anterior junto com Niki Lauda, ele simplesmente estacionou sua McLaren na lateral da pista e dormiu dentro do carro. Hunt queria tudo e conseguiu tudo. Glamour, mulheres, bebidas e o campeonato mundial.

 

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: