Skip to content

Personagem da semana: Hans Herrmann

28/02/2013
Hans Herrmann

Hans Herrmann

 

O talentoso alemão Hans Herrmann (onde mais poderia ter nascido com esse nome?) completou 85 anos de idade no último dia 23 de fevereiro e nossa homenagem não poderia faltar. Considerado por muitos como um dos pilotos mais consistentes de todos os tempos, venceu mais de 80 corridas ao longo de sua carreira.

Especialista em monopostos e corridas de longa duração, obteve sucesso em muitas provas desde que começou a pilotar, em 1952. Primeiramente, à bordo de seu próprio Porsche 356, participou de hill climbs, rallies de regularidade e velocidade. No ano seguinte, já começava a despontar, obtendo o quinto lugar no Lyon-Charbonnières Rally ao lado do co-piloto Richard von Frankenberg.

 

Hans Herrmann na Mille Miglia de 1954

Hans Herrmann na Mille Miglia de 1954

 

Coincidência ou não, a cidade de seu nascimento é a mesma onde surgiu a Porsche, montadora pela qual alcançou mais sucesso e destaque. Mille Miglia, Targa Florio, Carrera Panamericana e 24h de Le Mans. Todas estão em seu currículo invejável. Em 1953, o gerente da marca alemã chamou Hans para fazer parte da equipe oficial. Ao lado do co-piloto Helm Glockler com um Porsche 550 Coupé, alinhou pela primeira vez nas 24h de Le Mans e venceu na categoria para carros de até 1.5 litros.

Depois de assegurar também o título do campeonato alemão de carros esporte, Herrmann chamou a atenção da Mercedes, que o contratou para a equipe, que já dispunha de Karl Kling, Stirling Moss e Juan Manuel Fangio. Nada mal! Paralelamente, ele continuou correndo pela Porsche em 1954, vencendo a Mille Miglia e a Carrera Panamericana na sua categoria. Hans pilotou para diversas marcas até 1966, quando retornou para a Porsche. Não ganhou as 24h de Le Mans de 1969 por apenas 120 metros, mas no ano seguinte fez história. À bordo do fantástico 917, conseguiu a primeira vitória da marca na famosa corrida.

 

Hans Herrmann nas 24h de Le Mans em 1970

Hans Herrmann nas 24h de Le Mans em 1970

 

Hans Herrmann pilotando seu Mercedes 300 SL em uma corrida histórica, em 2012.

Hans Herrmann pilotando seu Mercedes 300 SL em uma corrida de carros clássicos, em 2012.

 

Ele chegou a participar de 19 corridas na Fórmula 1, conseguindo um pódio e 10 pontos conquistados. Mas sua longa carreira teve momentos mais interessantes, como o ato de loucura na Mille Miglia de 1954. Ao avistar um cruzamento de linha férrea se fechando com a aproximação de um trem, Hans só pensou na vitória (que de fato veio) e acelerou. Tanto ele como seu co-piloto abaixaram a cabeça para passarem por baixo da cancela e não perderem tempo nem se machucarem. Disseram que ele deveria ser muito sortudo, mas ele rebateu com classe, dizendo que “sorte, para um piloto de corridas, é ficar vivo.”

 

 

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: